11.5.10

11052010482.jpg

Ratzinger agradece a António Costa as chaves da cidade. Esperamos que tenha ficado com as dos jardins escola bem fechadas numa gaveta.

link do postPor 31 da Sarrafada, às 18:56  comentar

De Artemisa a 12 de Maio de 2010 às 21:35
Se você NÃO acredita tem todo o direito de o fazer, mas ultrapassar os limites do respeito parece-me exagerado. É certo que o blog é seu, mas se não fosse para ser visto por outras pessoas não o teria público...

De 31 da Sarrafada a 13 de Maio de 2010 às 00:40
Cara Artemisa,
Chama-se liberdade de expressão. Não se acusa ninguém apenas se tece um comentário que, à luz do que é informação mais que pública, faz todo o sentido. Não é salutar a relação entre vários membros da Igreja Católica com as crianças. No mínimo.

De Artemisa a 13 de Maio de 2010 às 17:11
"Não é salutar a relação entre vários membros da Igreja Católica com as crianças. No mínimo."

Concordo plenamente, e acho que nesse ponto ninguém pode discordar, mas acho que estamos a ver mal as coisas. A maioria (se não todos, não sei bem) dos casos que agora vêm a público aconteceram numa altura em que Joseph Ratzinger não era ainda Papa, mas é ele, quase tanto como a própria Igreja, que é acusado desses crimes. (Interessante como ninguém fala das coisas extraordinárias coisas que a Igreja faz pelo mundo fora, mas as más são exploradas até ao limite...) Não podemos julgar o todo por algumas (pequenas) partes, nem acusar alguém que, por acaso, assumiu o comando da 'empresa' nesta altura. Se os empregados da sua fábrica cometem um crime, sem o seu conhecimento, deve você ser acusado dele porquê?

 
arquivos
2010